Capoeira Music: songs, lyrics and instruments

Ê dalila

Ê dalila, ilê ilê, dalila ô
ê dalila, ilê ilê, dalila ô
capoeira mandou lhe dizer, também capoeira mandou lhe chamar
capoeira mandou lhe dizer, também capoeira mandou lhe chamar
quero falar com dalila, dalila, dalila, dalila
quero falar com dalila, dalila, dalila, dalila
dalila, dalila
ê dalila, ilê ilê, dalila ô

vamos se embora dalila
ê dalila, ilê ilê, dalila ô
Ê dalila, ilê ilê, dalila ô
ê dalila, ilê ilê, dalila ô

→ (English translation)

Areia, o areia

Areia, o areia
Areia, o areia
Areia, o areia
Areia, o areia
Areia la do mar
Areia, o areia
Areia da mare
Areia, o areia
Areia do Brasil
Areia, o areia
Areia de [anywhere]
Areia, o areia

Da licença moço
Eu quero passar
Sou pequenino
areia do mar

Eu não sou daqui capoeira

Eu não sou daqui capoeira
Capoeira eu não sou daqui
Eu sou de Sao Salvador
Bahia de Sao Salvador
Eu sou disciplo de Bimba
Ele e meu professor

Foi ele quem me ensinou, a capoeira
camara
Meia lua
camara
Berimbau
camara

Eu quero ver capoeira
capoeira eu quero ver
Quero ver berimbau
Quero berimbau bater
Quero ver a rasteira
Olha essa rasteira
Angola e regional, o la e la e la
O lele
O la e la e la
O lele

(English translation)

Tem Que Ter Axe

Quem vem la sou eu….
Capoeira de valor
Eu vou jogar capoeira
Que o meu mestre me ensinou

tem que ter axeeeeee
tem que ter axeeeeee

Olha pega derruba, levanta ligeiro
So entra na roda,quem e mandingueiro
Capoeira e pra homem, menino e? mulheeeeeer
pra entra nessa roda, tem que ter axe

tem que ter axeeeeee
tem que ter axeeeeee

Sinhá Vou Jogar Capoeira

Sinhá vou jogar capoeira
Lá na Ribeira lá em Maré
Eu falei pra Sinhá
Eu falei pra sinha
Vou jogar Capoeira
Eu falei pra Sinhá
Eu falei pra sinha
lá no Abaeté
Sobre a luz da candeia vai iluminar seus caminhos de fé

Sinhá vou jogar capoeira
Lá na Ribeira lá em Maré
Eu falei pra Sinhá
Vou jogar Capoeira
Eu falei pra Sinhá
lá no Abaeté
Sobre a luz da candeia vai iluminar seus caminhos de fé

Sinhá mora na casa grande e tem tudo que ela quiser
foi passear na senzala e lá aprendeu a jogar
toda mandinga de Angola e o jogo da Regional
eu falei o sinhá

Coro

Berimbau Chamou

Berimbau chamou pra guerriar,
Pra guerriar ia ia
Pra guerriar

La da serra da barriga,
Na madrugada ia ia
Tambor tocou
E da serra desceu Zumbi
E ao mesmo tempo
Berimbau chamou

(chorus)

Capitao do mato fugiu
Na senzala ia ia
Foi se esconder
No bate pau bate facao
Entao nasceu ia ia
Maculele

(chorus)

Negro queimou canavial
E a senzala meu deus
Se acabou
Na mandinga da capoeira
Negro cumpriu ia ia
O que Ogum mandou

(chorus)

O senhor do engenho foi se embora
E o fim da escravidao
Se confirmou
E la de baixo do canjinheiro
Pra festejar ia ia
Berimbau chamou

Tem que ter mandinga

Tem que ter mandinga
Tem que ter molejo
Na hora da roda eu nao me queixo

Coro

Toquei atabaque Toquei berimbau
Se a roda e de mestre
E um jogo legal

Corro

Ha muito tempo eu jogo capoeira
Ha muito tempo eu toco berimbau

Corro

Catarina (Rala côco)

O rala côco
Catarina
Fazer cocada
Catarina
O rala côco
Catarina
Não quebra nada
Catarina
Rala pra que
Catarina
Rala e vender
Catarina

Rala côco, rala côco, rala côco meu sinho
Rala côco, rala côco, rala côco meu sinho

É o mar vai virar sertão

Ôh Nana deixa eu ir,
Ôh Nana eu vou só
Ôh Nana deixa eu ir,
Lá pro sertão de Caipó

Ôh Nana deixa eu ir,
Ôh Nana eu vou só
Ôh Nana deixa eu ir,
Lá pro sertão de Caipó

O sertão vai virar mar
É o mar vai virar sertão

O sertão vai virar mar
É o mar vai virar sertão

Bate no batuque

O bate
bate no batuque
O bate
Quero ver bater

O bate
bate no batuque
O bate
Quero ver bater

Quero ver, quero ver, quero ver bater
Quero ver bater

Maculelê Songs

For the ones who are in the Maculele performance, here the songs you should learn:

Boa noite pra quem é de boa noite
Boa noite
Bom dia pra quem é de bom dia
Bom dia
A benção meu papai a benção
A benção meu pai
Maculelê é o rei da valentia

Boa noite pra quem é de boa noite
Bom dia pra quem é de bom dia
A benção meu papai a benção
Maculelê é o rei da valentia (chorus repeat solo)

Sou eu, sou eu, sou eu maculelê sou eu (chorus repeats)

Tindolelê lauê Cauiza
Tindolelê é sangue real
Meu pai é filho, eu sou neto de Aruandá
Tindolelê lauê Cauiza (chorus repeats)